Três indiozinhos

Sem se intimidarem com a presença dos brancos, os garotos se divertem nus à beira do rio Uaupés, um dos grandes afluentes do rio Negro, no município de São Gabriel da Cachoeira (AM). Ali em Cunuri, comunidade indígena onde vivem pouco mais de dez famílias, a língua principal é o tukano, mas todos falam também o português. No dia em que a brincadeira das crianças foi flagrada pelo fotógrafo Guilherme Gomes, a comunidade recebia a visita de um grupo de pesquisadores liderado por Lin Chau Ming, da Unesp em Botucatu, como mostra a reportagem de capa desta edição (pág. 18). Veja mais fotos da vida indígena na Cabeça do Cachorro, como é conhecida esta região do Brasil, no site da Unesp Ciência.

___________________

 

Deixe uma resposta

*