Projeto e-phenology

A lente olho-de-peixe é uma velha conhecida dos fotógrafos profissionais e amadores. Para os cientistas, ela não chega a ser uma novidade, mas é uma inovação.

Especialistas da Unesp de Rio Claro usam imagens de lentes olho-de-peixe localizadas no topo de torres de pesquisa para monitorar diariamente os padrões de trocas foliares. O recurso ajuda os pesquisadores a entender os estímulos ambientais que induzem essas trocas em vegetações de diferentes regiões do país.

Esta foto foi capturada do alto de uma torre localizada no Núcleo Santa Virgínia, no Parque Estadual da Serra do Mar. Torres semelhantes estão localizadas em Itirapina (SP), Santa Rita do Passa Quatro (SP), Manaus (AM) e Petrolina (PE). A iniciativa é parte do projeto e-phenology, que aplica novas tecnologia ao monitoramento das plantas.

_____________

 

Deixe uma resposta

*